domingo, 03 de fevereiro de 2013
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Derrota debaixo de chuva no Engenhão

Nova Iguaçu suporta a pressão do Flamengo por 70 minutos, mas acaba derrotado pela contagem mínima

Uallace na marcação de Nixon (FOTO: Rudy Trindade/Vipcomm)

Debaixo de muita chuva, principalmente no primeiro tempo, o Nova Iguaçu segurou o Flamengo por quase 70 minutos no Engenhão, mas acabou sofrendo o gol e terminou derrotado por 1 a 0, gol de Hernane, pela quinta rodada da Taça Guanabara. A Laranja da Baixada segue com quatro pontos e enfrenta o Boavista, quinta-feira, em casa.

A forte chuva que caiu durante todo o primeiro tempo acabou atrapalhando o toque de bola das duas equipes, visto que a visibilidade não era das melhores devido ao volume de água. Mandante no duelo, o Flamengo começou com mais iniciativa e assustou com Elias, que chutou próximo ao gol de Jefferson. Mas a defesa do Nova Iguaçu estava bem postada.

A partir dos 20 minutos, o Nova Iguaçu melhorou no jogo e tentou incomodar mais o Flamengo, que apostava na velocidade dos meninos Nixon e Rafinha. A melhor chance da primeira etapa foi da Laranja da Baixada, com Marcelinho, de cabeça, que só não marcou porque Léo Moura tirou literalmente em cima da linha do gol defendido por Felipe.

Com uma marcação forte no ataque e não deixando o Flamengo sair jogando, o Nova Iguaçu se defendia bem. O clube rubro-negro teve outras duas boas chegadas ainda no primeiro tempo, primeiro com João Paulo, que tabelou com Hernane e chutou à esquerda de Jefferson, que saiu bem; e depois com Cáceres, de cabeça, que cabeceou à direita do goleiro iguaçuano.

No segundo tempo, a chuva deu uma trégua e o Flamengo voltou a ter mais iniciativa, mas não conseguia produzir muitas chances de gol. O Nova Iguaçu esperava para poder sair em velocidade no contra-ataque. Mas num lance isolado, o Flamengo abriu o placar: Rodolfo recebeu, ganhou na dividida com Rodrigo Almeida e Hernane chegou enchendo o pé, marcando 1 a 0.

Atrás no placar, o técnico Leonardo Condé fez duas mudanças e colocou Rodrigo Souza e Márcio Guerreiro no time, para tentar dar mais força ao meio-de-campo. Mas o Nova Iguaçu não conseguiu criar boas chances de gol e acabou mesmo derrotado. Com quatro pontos no Grupo A da Taça Guanabara, o NIFC volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Boavista, às 17h, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 0 NOVA IGUAÇU

Local: Engenhão
Data-Hora: 3/2/2013 – 17h
Árbitro: João Ennio Sobral (RJ)
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Renda e público: R$ 137.320,00 / 5.442 pagantes / 8.155 presentes
Cartões amarelos: João Paulo (FLA); Uallace (NOV)
Cartões vermelhos: -
Gols: Hernane 23′/2ºT (1-0)

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura (Rodolfo 17′/2ºT), Wallace, González e João Paulo; Cáceres, Ibson e Elias; Rafinha (Thomás 34′/2ºT), Nixon (Cleber Santana 16′/2ºT) e Hernane – Técnico: Dorival Júnior.

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Marcelinho, Leonardo, Rodrigo Almeida e Uallace; Filipe, Léo Salino, Mossoró (Márcio Guerreiro 30′/2ºT), Dieguinho (Rodrigo Souza 24′/2ºT) e Gláuber (Talles Cunha 13′/2ºT); Flávio – Técnico: Leonardo Condé.