quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

De alma lavada

Com Carlos Vitor no comando, NIFC volta à elite após três anos

O Orgulho da Baixada está de volta à fase principal do Campeonato Carioca após três anos. Depois de lidar com a queda no ano passado, o Nova Iguaçu encarou a dura e extinta Série B1, foi campeão, e passou para a fase preliminar. Nela, apresentou uma campanha para ninguém colocar defeitos: alcançou 23 pontos de 30 possíveis, mantendo a invencibilidade no Laranjão. Apesar dos números atestarem a supremacia, o Nova Iguaçu só garantiu o acesso aos 49 minutos da segunda etapa, através do gol de cabeça de Gilberto, arrancando o empate no duelo final contra a Cabofriense.

Treinador da equipe nas primeiras rodadas da Seletiva 2020, pode-se dizer que Carlos Vitor está de alma lavada. E no ano em que completou 28 anos de casa, não poderia ter ganho presente melhor: a tão desejada vaga na Taça Guanabara.

- Você é muito feliz quando fala que retornamos ao local que nunca deveríamos ter saído. Esse êxito a gente deixa com toda a direção, que teve sabedoria em entender as coisas da melhor maneira possível, para que realmente se mantivesse um ambiente bom, uma continuidade de todo o trabalho, que a gente sabe que foi muito bem feito. E nós costumamos dizer que a gente só sequenciou o trabalho, essa é a verdade. Essa coisa de sequenciar, de ter sabedoria, isso foi muito bom. Mérito de toda a comissão, atletas, presidente, todos os envolvidos – disse o treinador, que prosseguiu:

– A B1 foi um nível, a Seletiva foi outro, e o Carioca está num nível top dentro do que nós estamos falando. É claro sem desmerecer as fases que o Nova Iguaçu disputou. Agora é ter sabedoria, entender a competição, como funciona a competição. A gente sabe da importância que é para o Nova Iguaçu se manter na primeira divisão do Carioca. Seremos muito estratégicos com relação a isso, para que a gente dê continuidade ao nosso trabalho, sem perder nossa identidade, humildade, alma. Vamos buscar fazer um Carioca digno daquilo que sabemos que somos capazes – finalizou Cal.

O Nova Iguaçu estreia na Taça Guanabara na próxima terça-feira (02), às 21h30, no Maracanã, contra o Flamengo.

Por Vitor Melo