segunda-feira, 26 de outubro de 2020
Tamanho da fonte A+ A-

Júnior

DOMINGOU COM GOLEADA

NIFC se impõe e goleia Madureira pela Taça Rio Sub-20

O Nova Iguaçu recebeu o Madureira na manhã deste domingo (25), no CT do Laranjão, pela terceira rodada da Taça Rio Sub-20, e goleou por 3 a 0 o adversário que foi o responsável pela eliminação da equipe nas semifinais do primeiro turno. Os gols foram marcados por Lucas (duas vezes) e Juan. Com este resultado, o Nova Iguaçu conquista a primeira vitória no returno.

Na sequência da competição, os frutos da terra vão até Friburgo, para encarar o Friburguense. O duelo está marcado para às 15h da próxima quarta-feira (28).

Nova Iguaçu atropela Madureira no primeiro tempo e encaminha vitória

O Orgulho da Baixada precisou de apenas 45 minutos para liquidar o jogo. A equipe comandada por Sérgio Anglada foi eficiente no ataque e fez do MEC presa fácil. Antes do gol inaugural, que foi à tona somente depois do segundo quarto, o NIFC apresentou um bom volume de jogo e rodou a bola a fim de encontrar os melhores espaços.

Aos 32 minutos, Lucas recebeu passe de João Pedro, entrou na área e mandou para o gol, sem chances para o goleiro: 1 a 0. O atacante Ezequiel se contundiu ainda no primeiro tempo e deu lugar a Juan, que já entrou colocando a bola na rede. Aos 45 minutos, o camisa 17 passou pelo marcador, driblou o goleiro e completou para o gol: 2 a 0.

Abatido com o segundo gol do time mandante, o Madureira não resistiu e sofreu o terceiro golpe dois minutos depois. Aos 47 minutos, Lucas fez um golaço: o camisa 8, posicionado na área, deu toque sutil por cima do goleiro e fez o que seria o último gol do duelo.

Nova Iguaçu controla segunda etapa, não sofre susto e confirma triunfo

De fato, não era dia do Madureira. O time do técnico Leandro Passos não chegou com a eficácia necessária para sequer esboçar reação, e viu o Orgulho da Baixada controlar a partida, rodando a bola de pé em pé. E o que já era ruim ficou pior para o time do Subúrbio. PV sofreu falta e provocou o segundo amarelo de Brenner, zagueiro do MEC, que foi expulso.

Através deste panorama, os frutos da terra ganharam mais espaço para trabalhar a bola e chegar ao quarto gol. Mas isso só não aconteceu porque o goleiro realizou grandes defesas, principalmente no chute de Juan já próximo do fim. Placar final: 3 a 0.