sábado, 14 de março de 2020
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Ainda há esperança

Nova Iguaçu perde do Americano, mas luta no Grupo Z não acabou

Apesar de dominar a maior parte do jogo, o Nova Iguaçu não conseguiu superar o Americano e foi derrotado por 2 a 1 neste sábado, no Laranjão, sem presença da torcida por conta do novo Coronavírus. O Orgulho da Baixada segue sem pontuar no Grupo Z do Campeonato Carioca, mas ainda tem chances de escapar do rebaixamento. A equipe de Campos já está matematicamente livre.

Para evitar o descenso, o Nova Iguaçu precisa torcer por uma derrota do America para o Americano quarta-feira, em Cardoso Moreira, e depois derrotar a equipe rubra no próximo sábado, em Edson Passos, além de tirar a diferença no saldo de gols. Uma derrota do America na quarta por 1 a 0 e uma vitória laranja no sábado por dois gols de diferença seriam suficientes.

O JOGO

Precisando da vitória para não depender de outros resultados para escapar do rebaixamento, o Nova Iguaçu foi todo ataque no primeiro tempo num silencioso Laranjão. Aos oito minutos, a equipe laranja retomou a posse no meio-de-campo e Luã Lúcio, da entrada da área, chutou com perigo. Depois, aos 13, a melhor chance do Nova: Dieguinho deu a enfiada, Fabinho saiu de cara para o gol, mas chutou em cima do goleiro Patrick.

No minuto seguinte, após cobrança de escanteio, Dieguinho pegou o rebote e Patrick voou no cantinho direito para defender. Depois da parada técnica, o jogo ficou um pouco mais estudado e mastigado, mas o Nova Iguaçu conseguiu produzir mais uma ótima oportunidade. Aos 33 minutos, Luã Lúcio aproveitou roubada na frente e soltou a bomba, mas a bola saiu rente ao poste.

O Nova Iguaçu começou o segundo tempo levando uma pressão maior do Americano e levou o gol aos seis minutos: após bola cruzada da direita, Bruno não conseguiu bloquear e Lucas Abreu, sozinho na pequena área, fez 1 a 0. O gol foi um verdadeiro banho de água fria nas pretensões laranjas, e o Americano dobrou a vantagem aos 21 minutos, com Claudio Maradona.

Precisando de gols para evitar o prejuízo, o Nova Iguaçu se lançou à frente, mas não conseguia furar a retranca alvinegra. Fabinho teve uma ótima chance aos 22 minutos, de cara para o gol, mas chutou por cima. O gol laranja só foi sair aos 41 minutos: Digão cruzou da esquerda e Luã Lúcio, de cabeça, jogou no contrapé para fazer 2 a 1. O próprio Luã Lúcio teve a chance de empatar aos 44, após linda jogada individual de Dieguinho, mas a bola acabou saindo rente ao poste.

FICHA TÉCNICA
NOVA IGUAÇU 1 X 2 AMERICANO

Local: Estádio Laranjão
Data-Hora: 14/03/2020 – 15h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Diego Luiz Couto Barcelos e Gabriel Conti Viana
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Paulo Henrique, Jeanderson, Gilberto e Dieguinho (NOV); Claudio Maradona, Vandinho e Tonoli (AMR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Lucas Abreu 6′/2ºT (0-1), Cláudio Maradona 21′/2ºT (0-2) e Luã Lúcio 41′/2ºT (1-2)

NOVA IGUAÇU: Bruno; Iago Soares, Raphael Neuhaus, Gilberto e Jeanderson; Paulo Henrique (Gabriel Galhardo – Intervalo), Kayque e Dieguinho; Luã Lúcio, Fabinho (Digão 31′/2ºT) e Ezequiel (Nael 11′/2ºT) – Técnico: Hermes Junior.

AMERICANO: Patrick; Sanderson, Gabriel, Espinho e Vandinho (Rai 40′/2ºT); Abuda, Paulo Vitor e Pixote; Lucas Abreu (Tonoli 14′/2ºT), Romário (Di María 45′/2ºT) e Cláudio Maradona – Técnico: Rafael Soriano.

Bernardo Gleizer