sábado, 26 de outubro de 2019
Tamanho da fonte A+ A-

Infantil B

Aqui é Nova!

Sub-14 se impõe e vence Botafogo por 2 a 1 no Metropolitano

Que campanha estão fazendo os já classificados meninos do sub-14 do Nova Iguaçu! Na manhã deste sábado, em casa, a garotada do Orgulho da Baixada conseguiu mais uma façanha ao bater o Botafogo pelo placar de 2 a 1, pela última rodada da primeira fase da Taça Rio do Campeonato Metropolitano. São seis vitórias e apenas uma derrota em dez partidas.

O regulamento manda que a pontuação somada das categorias sub-14 e sub-13 é que vale para efeitos de classificação para as quartas de final. O Nova Iguaçu já está garantido e tem chance de terminar na quarta posição, para ter vantagem do mando de campo no mata-mata: para isso, precisa somar pontos contra o Vasco, terça, no CT do Artsul, em rodada atrasada.

A vitória do sub-14 começou a ser consolidada logo no começo: Matheus cobrou falta com veneno e a bola entrou direto, aos seis minutos de jogo. O Nova Iguaçu continuou se impondo, jogando seu jogo ofensivo, e marcou o segundo aos 36, novamente de falta, desta vez cobrada por Ítalo. O Botafogo diminuiu na segunda etapa com Lucas Vargas, mas o Orgulho da Baixada segurou a vitória.

A equipe laranja comandada pelo técnico Claudio Figueiredo jogou com Breno (Lucas); Kauã Ferreira, Kauã Santos, Kauã Vilas e Allan Guilherme; Miguel, Jonathan (David) e Ítalo (Adriano); Rikelmy (Capixaba), Leonardo e Matheus (Enzo).

SUB-13 PERDE EM JOGO COM GRANIZO

Em partida que chegou a ser paralisada por causa de forte chuva de granizo, o sub-13 do Nova Iguaçu fez um grande jogo contra o Botafogo, mas acabou perdendo por 3 a 2.

Logo aos quatro minutos, Pedro foi lançado por Lobato, passou pelo goleiro e abriu o placar para o Orgulho da Baixada. Um minuto depois, o Botafogo empatou com Murilo, mas em seguida, aos nove, Pedro fez linda jogada e serviu Carlinhos para fazer 2 a 1.

No início do segundo tempo, a partida foi interrompida por conta de uma forte chuva de granizo. Quando o jogo foi retomado, o Botafogo se adaptou melhor ao gramado pesado e conseguiu virar o jogo, com Paladini, aos dez minutos, e Rafael Presta, já nos acréscimos.

Bernardo Gleizer