sexta-feira, 04 de janeiro de 2019
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Jogo crucial

Nova Iguaçu inicia semana decisiva com duelo em Cardoso Moreira

O Nova Iguaçu começa neste domingo a viver uma semana decisiva em relação às pretensões de disputar a chave principal do Campeonato Carioca de 2019. O Orgulho da Baixada vai até Cardoso Moreira enfrentar o Americano, às 16h, no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros. Depois, recebe o Resende, na quarta-feira, e encerra a fase preliminar no dia 13, visitando o America.

Com três pontos conquistados em duas rodadas, o Nova Iguaçu está na terceira colocação desta etapa inicial da competição, atrás justamente de Macaé e Americano, ambos com quatro. Uma vitória no Norte do Estado pode colocar a equipe laranja numa situação importante para conquistar uma das duas vagas. Por outro lado, uma derrota deixaria a tarefa ainda mais complicada.

Nova Iguaçu vem de derrota e buscará a recuperação em Cardoso Moreira (FOTO: Bernardo Gleizer/NIFC)

- Estamos tratando esse jogo como um divisor de águas. Com um resultado positivo damos um passo importante para a classificação. Esperamos chegar lá e fazer tudo o que o Marcelo (Salles, técnico) está nos passando, para fazer uma boa partida. Todos estão empenhados, sabendo que esse jogo é um jogo-chave, onde não se pode errar. É ter a cabeça fria para chegar lá e fazer um bom trabalho – afirmou o zagueiro Murilo Henrique.

No último jogo de 2018, sábado passado, o Nova Iguaçu acabou não conseguindo sucesso e perdeu para o Macaé por 1 a 0, no Estádio Moacyrzão. A equipe laranja teve chances de marcar, mas sofreu um gol de bola parada e amargou sua primeira derrota na competição. Um dos mais experientes do elenco, Murilo Henrique acredita que a atitude tem que ser mudada para o jogo deste domingo diante do Americano.

- Entramos meio morosos contra o Macaé, demoramos um pouco a entrar no jogo, a entender a importância do jogo. Tínhamos que ter igualado desde o começo na vontade. Temos de dividir da primeira à última bola. É um jogo muito difícil, que decide o nosso primeiro semestre. Temos que tirar lição disso e fazer um grande jogo desde o começo – disse o zagueiro.

Bernardo Gleizer