sexta-feira, 01 de junho de 2018
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Primeiro nunca se esquece

Há mais de 8 anos no clube, Gustavo e Vitor Félix decidiram vitória nos profissionais

O Nova Iguaçu acabou fazendo uma campanha abaixo do esperado na Série D do Campeonato Brasileiro, mas pode comemorar, na última rodada, o brilho de dois talentos formados na sua já reconhecida categoria de base. O meia Gustavo e o atacante Vitor Félix, ambos de 18 anos, marcaram os gols da vitória sobre o Mirassol por 2 a 0 no último domingo, em Edson Passos.

A história foi ainda mais legal para Vitor Félix, que foi puxado para integrar o treino dos profissionais apenas na semana do jogo. Desde os 9 anos de idade no clube, o atacante entrou no segundo tempo da partida e marcou o segundo gol, mostrando extrema frieza para limpar o marcador e tocar na saída do goleiro. Na comemoração, foi para a galera, composta por muitos familiares.

- Não esperava ir para o jogo, foi uma surpresa. Quando soube que iria para o jogo, fiquei tranquilo, tive a ajuda dos meus companheiros. Vinha treinando no sub-20 sabendo que poderia pintar uma oportunidade. É um sonho para a gente estar no profissional. Minha família sempre me acompanhou, e quando o gol saiu fui lá comemorar com eles – afirmou Vitor Félix.

Tanto Vitor Félix quanto Gustavo participaram da Copa São Paulo de Juniores este ano pelo Nova Iguaçu – Vitor Félix fez, inclusive, o gol da vitória sobre o Cruzeiro por 1 a 0. Gustavo, por sua vez, já havia feito sua estreia pelo profissional contra o Caxias (RS), fora de casa, entrando no segundo tempo. Contra o Mirassol, atuou pela primeira vez como titular, marcando o primeiro gol após passe de Wescley.

- Foi o melhor momento da minha vida, um momento único. Precisamos estar sempre bem preparados, com a cabeça no lugar, focados. Quando viajei para Caxias do Sul passou muita coisa na minha cabeça, pude jogar e continuei trabalhando. Agora apareceu a oportunidade e consegui fazer o gol. É muito bom ver os garotos ajudando o time de cima – disse Gustavo, no clube desde os 10 anos.

Estreando no profissional, Gustavo deu chapéu, fez gol e foi um dos melhores em campo (FOTO: Bernardo Gleizer/NIFC)

Além da dupla, outros frutos da terra se destacaram na vitória sobre o Mirassol, como o goleiro Bruno, autor de pelo menos três defesas difíceis, o lateral-esquerdo Lucas e os meias Dieguinho e Wescley, que deu as duas assistências. O Nova Iguaçu agora volta o foco para a Copa Rio, competição na qual tentará o tricampeonato, a partir do dia 8 de agosto, contra Araruama ou Audax Rio.

Bernardo Gleizer