domingo, 25 de junho de 2017
Tamanho da fonte A+ A-

Infantil A

Orgulho laranja

Sub-15 é superior ao Fluminense, mas é prejudicado por péssima arbitragem

No trabalho de formação, o resultado não é o que mais importa, mas sim a evolução dos meninos. O sub-15 do Nova Iguaçu fez um grande jogo, dominou o Fluminense em praticamente toda a partida, mas foi prejudicado por uma péssima arbitragem e perdeu por 2 a 1 na manhã deste domingo, nas Laranjeiras, sendo eliminado nas semifinais da Taça Guanabara Infantil.

Mesmo enfrentando o líder do campeonato, e na casa deles, os garotos do Nova Iguaçu colocaram a bola no pé e fizeram um excelente jogo. O time da casa parecia nervoso, enquanto a garotada do Orgulho da Baixada atacava. Só que aí entrou em campo o fator arbitragem. O árbitro Lucas Coelho Santos marcou pênalti para o Fluminense, que ninguém entendeu, e Kaká fez 1 a 0, aos 29 minutos.

A garotada do Nova Iguaçu não reclamou, não se abateu e foi buscar o empate rapidamente. Dois minutos depois, Mariano cobrou falta da esquerda com categoria, Weverton subiu bem alto e testou com estilo, firme, sem chances para o goleiro: 1 a 1. Foi o oitavo gol do atacante no Campeonato Carioca Sub-15, o que o coloca na briga pela artilharia da competição.

O Nova Iguaçu continuou bem no segundo tempo. Allan fez excelente jogada, aos 17 minutos, e Weverton quase virou. Porém, dois minutos depois, o Fluminense chegou ao segundo gol num chute de longe de rara felicidade de Kaká: 2 a 1. O Orgulho da Baixada mostrou mais uma vez não se abater e foi para cima: Lucas e Pedrinho quase empataram em chutes de fora da área.

Weverton marcou o gol do Nova Iguaçu nas Laranjeiras (FOTO: Bernardo Gleizer/NIFC)

Quando a pressão do Nova Iguaçu mais aumentava, a arbitragem voltou a influenciar. Aos 30 minutos, Caio fez falta no ataque, disputando a bola, sem qualquer tipo de violência, mas foi punido com o segundo cartão amarelo e excluído do jogo. Para piorar, o juiz ainda marcou três vezes falta de ataque em bolas alçadas na área, antes mesmo que ela chegasse para os atacantes.

Se não bastasse, o árbitro deu apenas dois minutos de acréscimo numa partida que teve sete substituições no segundo tempo e duas paradas para atendimento médico. Uma derrota injusta, mas com uma atuação que foi reconhecida pela torcida, que fez uma bonita festa nas arquibancadas. Agora, foco total na Taça Rio Sub-15: a estreia será no dia 29 de julho, em casa, contra o Sampaio Corrêa.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 1 NOVA IGUAÇU

Local: Laranjeiras
Data-Hora: 25/6/2017 – 10h
Árbitro: Lucas Coelho Santos
Auxiliares: Matheus Viana Franco Araújo e Guilherme de Souza Bittencourt
Cartões amarelos: Adriano (FLU); Caio e Weverton (NOV)
Cartões vermelhos: Caio 30′/2ºT (NOV)
Gols: Kaká 29′/1ºT (1-0), Weverton 31′/1ºT (1-1) e Kaká 19′/2ºT (2-1)

FLUMINENSE: Marcelo; Jhonny (Yuri 21′/2ºT), Felipe, Israel e Arthur; Lincon (Adriano 9′/2ºT), Nathan e Kaká; Cledson, Praxedes e Miguel (João Rodrigo 41′/2ºT) – Técnico: Leonardo Ramos.

NOVA IGUAÇU: Breno; Hugo (Adilson 28′/2ºT), Guilherme, Maxwell (Renan – Intervalo) e Mariano; Rodolfo, Lucas e Pedrinho (Rodrigo César 28′/2ºT); Allan (Ezequiel 21′/2ºT), Chrystian (Caio 10′/2ºT) e Weverton – Técnico: Carlos Vitor.

Bernardo Gleizer