terça-feira, 11 de abril de 2017
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Sinônimo de gol

Adriano assume a artilharia isolada do Campeonato Carioca

Além das conquistas coletivas, o Nova Iguaçu está colecionando feitos também no âmbito individual nesta temporada. Com o gol feito na vitória por 3 a 0 sobre o Boavista, domingo, que valeu o título do Quadrangular Extra da Taça Rio (Taça Domingos Moro), Adriano chegou aos nove e assumiu de forma isolada a artilharia do Campeonato Carioca.

Ele deixou Max, da Cabofriense, que tem oito e não joga mais, para trás. Quem o ameaça mais de perto agora são o peruano Paolo Guerreiro, do Flamengo, e Richarlison, do Fluminense, com sete gols – ambos os clubes ainda disputarão as semifinais do Campeonato Carioca e, caso avancem, também as finais.

- Quando trabalhamos coletivamente, o individual aparece. Fizemos um grande campeonato e eu pude chegar à artilharia, cumprimos à risca nosso planejamento e todos estão de parabéns. Agora vou ter que “secar” um pouquinhos os adversários para tentar terminar como artilheiro do Carioca – admitiu Adriano.

Aos 35 anos e com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, como Internacional e Vasco da Gama, Adriano já foi artilheiro em outros países. Na temporada 2011-2012, por exemplo, terminou como artilheiro do Campeonato Qatari, com 18 gols pelo El Jaish. Em 2010, marcou 22 gols pelo Cerezo Osaka, no Japão.

- Tenho de agradecer muito ao grupo, aos jogadores que me deram as condições de conseguir entrar nessa briga. Entramos para a história e fico muito feliz por ter feito parte disso. Quando cheguei falei que minha intenção era colocar o Nova Iguaçu no lugar que merece. Tudo que planejei aconteceu da forma que eu imaginava. Ainda tenho muito a dar no futebol – afirmou.

Bernardo Gleizer