segunda-feira, 31 de outubro de 2016
Tamanho da fonte A+ A-

Mirim

Deu orgulho

Sub-13 joga de igual para igual com o invicto Flamengo, mas é prejudicado pela arbitragem

No trabalho de formação de talentos, o resultado nem sempre é o que mais importa, mas sim como os garotos se comportam em campo. E, neste sábado, o Nova Iguaçu deu mais uma prova da excelência neste processo com os jovens. Atuando fora de casa, no CFZ, a Laranja da Baixada fez um jogo duríssimo com o Flamengo, mas acabou prejudicada pela arbitragem e perdeu por 2 a 1, pelo Campeonato Metropolitano Sub-13.

No primeiro turno do Metropolitano, o Nova Iguaçu se classificou para as quartas de final da Taça Guanabara Sub-13, eliminou o Botafogo e só saiu nas semifinais, com uma derrota para o próprio Flamengo. Neste segundo turno, a Taça Rio, o Orgulho da Baixada muito próximo de carimbar novamente a classificação. O próximo jogo será contra o União, quarta-feira, às 11h, em Vargem Pequena.

É bem verdade, que o Nova Iguaçu saiu atrás no placar no jogo disputado no CFZ, no Recreio dos Bandeirantes. Logo aos três minutos, João Vitor fez 1 a 0 para o Flamengo. Mas a garotada não se entregou e empatou pouco depois, aos oito: Luizinho sofreu pênalti, e Mailson cobrou com categoria, acertando a parede da rede, colocando 1 a 1 no placar.

No primeiro tempo, o Nova Iguaçu sofreu uma pressão maior dos donos da casa, que havia vencido todos os jogos que fez neste segundo turno (nove jogos e nove vitórias). Mas, na etapa final, o Orgulho da Baixada mandou no jogo. Com oito minutos, Mailson teve a chance de virar, mas o goleiro Jorrand salvou ao sair nos pés do atacante.

Quando o Nova Iguaçu dominava as ações e se aproximava do gol que poderia significar uma grande vitória, a arbitragem atrapalhou. Num lance fora da área sem qualquer infração, o juiz marcou pênalti. Ratinho foi para a cobrança e recolocou os rubro-negros em vantagem. O gol acabou esfriando o ânimo dos meninos, que não conseguiram a reação.

A equipe comandada pelo técnico Carlos Romão jogou com Diego (Kayky); Ruan, Diogo, Mário Guilherme e Marcos Paulo; Allan (Allan Braga), João Pedro e Arthur (Kaio Mendes); Luizinho (João Pontes), Alex (Matheus) e Mailson (Caio Vinicius). Quarto colocado no Grupo A, o Nova Iguaçu se classifica se vencer o União, quarta-feira. Depois, no domingo, fecha a primeira fase diante do Boavista.

SUB-12 EM VANTAGEM

A equipe sub-12 do Nova Iguaçu saiu em vantagem na disputa por uma vaga nas semifinais do Campeonato Iguaçuano Sub-13. Fora de casa, no campo do Aliados, em Santa Eugênia, os meninos venceram a Escola de Futebol Olé pelo placar de 1 a 0. Érik fez o gol da equipe comandada pelo técnico Ronaldo Silva.

O Nova Iguaçu jogou com Yan; Victor Ramos, Vinicius, Kayke e Luiz Fernando; Érik (Lázaro), João Victor e Lucas (Breno); Nathan (Lucas Cruz), Thiago (Michael Douglas) e Matheus Nunes (Rafael Barra). Sábado que vem, em casa, o Nova Iguaçu pode até perder por um gol de diferença para se classificar.

Bernardo Gleizer