sexta-feira, 26 de setembro de 2014
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Tudo ou nada

NIFC recebe o Audax Rio precisando vencer para seguir com chances na Copa Rio

Não há mais espaços para tropeços. Após empatar com o America em casa e perder do Volta Redonda fora, o Nova Iguaçu terá um jogo crucial para suas pretensões na Copa Rio. Neste sábado, às 15h, no Laranjão, o Orgulho da Baixada recebe o Audax Rio e só a vitória mantém a equipe na briga pela classificação para a segunda fase.

Em terceiro no Grupo A com nove pontos, o Nova Iguaçu precisa vencer seus dois próximos jogos contra Audax Rio e Duquecaxiense, quarta-feira, fora de casa. Além disso, o duelo entre America e Volta Redonda, sábado, no mesmo horário, em Édson Passos, será de extrema importância, e um tropeço da equipe rubra ajudaria o NIFC na luta pela vaga.

- Nossa primeira preocupação é fazer aquilo que sabemos que somos capazes de fazer, que é buscar a vitória em casa. Não podemos fazer nada com relação ao jogo entre America e Volta Redonda. Temos que direcionar nosso trabalho para esses dois jogos, porque no meu modo de ver tudo vai se decidir na última rodada – salienta o técnico Carlos Vitor.

Carlos Vitor orienta a equipe no duelo contra o Volta Redonda (FOTO: Bernardo Gleizer/NIFC)

Carlos Vitor gostou do desempenho coletivo do Nova Iguaçu no duelo contra o Volta Redonda, realizado na noite da última quarta-feira no Estádio Raulino de Oliveira. A Laranja da Baixada pressionou a equipe da casa durante 80 minutos de jogo, mas acabou sendo derrotada por 2 a 1. O treinador revelou o que foi conversado com os atletas após a partida.

- Tivemos um desenvolvimento muito bom, o conjunto funcionou muito bem. Tivemos uma conversa boa com os atletas, nossa equipe pecou em dois aspectos: em tomar um gol muito cedo e também pelo fato de que pelo número de chances que tivemos não poderíamos ter feito um gol só. Precisamos ter a sabedoria de que naquele momento a vitória ou até o empate era o mais importante – disse.