segunda-feira, 08 de setembro de 2014
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Troca de comando

Carlos Vitor é o novo técnico do Nova Iguaçu após a saída de Marcelo Salles

Na zona de classificação para a segunda fase da Copa Rio, o Nova Iguaçu acabou sendo obrigado a fazer uma troca em seu comando técnico. Marcelo Salles aceitou o convite do Vasco da Gama para ser auxiliar de Joel Santana, e a Laranja da Baixada já encontrou uma solução: Carlos Vitor, então auxiliar-técnico, assume a posição de treinador para a sequência da competição.

Carlos Vitor tem uma história de 22 anos de Nova Iguaçu. Ele foi jogador do clube entre 1992 e 1999, tendo conquistado o título da Série B do Estadual em 1994, e fora das quatro linhas começou sua trajetória em 2000. Desde então, foi técnico das categorias sub-15, sub-17 e sub-20 do NIFC, e campeão do Torneio Octávio Pinto Guimarães de Juniores em 2010.

- Estamos muito confiantes com essa comissão técnica, Carlos Vitor vinha trabalhando direto com esses jogadores, participando do dia-a-dia do clube. Não muda nada, ele conhece a nossa filosofia, já tem uma linha de trabalho que foi traçada desde que os atletas voltaram aos treinos, então estamos muito confiantes – explicou o presidente Jânio Moraes.

Carlos Vitor estreia já nesta quarta-feira contra o Duquecaxiense (FOTO: Bernardo Gleizer/NIFC)

Este ano, Carlos Vitor teve a oportunidade de comandar o Nova Iguaçu em duas oportunidades no Campeonato Carioca, nos empates contra Macaé (0 a 0) e Botafogo (1 a 1). Na primeira ocasião, ele substituiu Edson Souza, que estava suspenso, enquanto contra o Alvinegro ele teve a chance após a saída do antigo treinador. Agora, encara como uma oportunidade única na carreira.

- É a grande oportunidade, ela aparece de formas que a gente não espera. Não tem como mudar tanta coisa agora, o trabalho foi muito bem feito. Claro que cada um tem sua essência, mas é preciso ter humildade e aproveitar esse gancho, a equipe foi muito bem trabalhada, bem treinada, e com o tempo vamos mudando uma coisa ou outra. Vamos dar continuidade – afirmou Carlos Vitor.

Carlos Vitor terá como auxiliar-técnico Ronaldinho, também ex-jogador do clube e há 13 anos integrante do quadro de treinadores do Nova Iguaçu. A comissão técnica montada com a chegada de Marcelo Salles foi mantida. A estreia de Carlos Vitor no comando será já nesta quarta-feira, contra o Duquecaxiense, às 15h, no Laranjão, pela quinta rodada da Copa Rio.