sexta-feira, 23 de agosto de 2013
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Final de campeonato

Sem aspirações na tabela, Nova Iguaçu dará contra o Araxá oportunidade a jogadores que pouco vinham atuando

Pedro Henrique e Palagar disputaram o Estadual de Juniores e devem estrear como profissionais (FOTOS: Bernardo Gleizer/NIFC)

O Nova Iguaçu vai encerrar neste domingo, às 15h, no Laranjão, diante do Araxá, sua primeira participação na Série D do Campeonato Brasileiro. Sem chances de classificação após o empate no último fim de semana contra o Resende, a Laranja da Baixada terá em campo uma equipe repleta de jogadores que pouco vinham atuando e estavam ansiosos por uma oportunidade.

O técnico Marcelo Salles não poderá contar com Júnior Lopes, Jorge Fellipe, Uallace, Ramon e Maycon, todos suspensos, além de alguns jogadores que ainda estão se recuperando de lesão. Sendo assim, promoverá a estreia na Série D de alguns jovens, como o zagueiro Pedro Henrique, o lateral-esquerdo Santos e o atacante Palagar. Se o jogo não vale nada em termos de tabela, valerá muito para quem está buscando seu espaço.

- Não é todo dia que se tem uma oportunidade, tem que aproveitá-la e agarrá-la com unhas e dentes. Estão falando que o jogo não vale nada, mas para mim está valendo tudo, vou dar a vida. É a chance da minha vida, tem que encarar como se fosse minha última partida. E precisamos encerrar a competição com uma vitória – afirmou o atacante Palagar, de 20 anos, que disputou o Estadual Sub-20 este ano e deve fazer sua estreia como profissional.

- Para nós é uma final. Tenho que mostrar meu futebol para o professor Marcelo Salles e vamos dar o máximo. Estou um pouco ansioso, mas vou fazer de tudo para continuar no bolo e estar no grupo que vai disputar o Campeonato Carioca do ano que vem – disse o zagueiro Pedro Henrique, de 19 anos recém-completados, também ex-integrante da equipe sub-20 que foi vice-campeã da Taça Rio da categoria este ano.

Santos (à direita) disputa jogada com Gerson Marlon: lateral deve estrear na Série D (FOTO: Bernardo Gleizer/NIFC)

Substituto de Uallace na lateral esquerda, Santos é outro que também vai encarar a partida diante do Araxá como uma decisão. O jogador, criado nas divisões de base do clube e vice-campeão carioca de juniores em 2012, quer mostrar seu futebol para conquistar ainda mais a confiança da comissão técnica.

- Não tem sentimento melhor. Treinar na equipe principal com a expectativa de ser titular no próximo jogo é muito bom. Desde que comecei o trabalho, venho treinando sempre com o intuito de receber uma chance, treinando como se fosse jogar no outro dia. É uma oportunidade única, para mim é como uma final de campeonato – concluiu Santos.