sexta-feira, 01 de fevereiro de 2013
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

Fruto de muito treinamento

Herói no empate com o Bangu, Jefferson dá a receita para defender tantos pênaltis

Jefferson em ação na partida contra o Bangu: goleiro defendeu pênalti no fim do jogo e garantiu o empate

Se o Nova Iguaçu não teve uma grande atuação no empate em 0 a 0 com o Bangu, nesta quinta-feira, em Moça Bonita, o goleiro Jefferson acabou se destacando ao defender um pênalti – por sinal mal marcado pelo árbitro – aos 40 minutos do segundo tempo, cobrado por Hugo. A defesa garantiu o importante ponto fora de casa.

Defender cobranças de pênalti não é novidade para Jefferson. O camisa 1 iguaçuano está se mostrando um exímio pegador de cobranças da marca da cal, como fez na final do Troféu Edilson Silva, no ano passado, ao defender duas cobranças do Friburguense na vitória nos pênaltis por 4 a 2, no Engenhão, que valeu o título para o Nova Iguaçu.

- O segredo é treinar e ouvir os ensinamentos do nosso professor Rommel (Araújo, preparador de goleiros). Tanto eu como o Renan e o Iago treinamos muito esse tipo de fundamento, para que nos jogos estejamos aptos a fazer a defesa – receita o paredão.

Jefferson já havia defendido dos pênaltis na final do Troféu Edilson Silva, no ano passado (FOTO: Mário Farache/NIFC)

Um dos líderes do grupo e sempre orientando os companheiros de defesa, Jefferson sabia que a partida em Moça Bonita seria complicada, visto o bom retrospecto do Bangu em seus domínios. Sem concordar com a marcação do pênalti – Sérgio Júnior dobrou os joelhos e se jogou na disputa com Marcelinho dentro da área -, o goleiro valorizou o ponto conquistado fora de casa.

- Foi um jogo difícil, sabíamos que o Bangu tinha uma excelente equipe. Nosso time conseguiu suportar a pressão deles o jogo todo e na minha visão o árbitro acabou sendo um pouco infeliz ao marcar o pênalti, mas Deus me iluminou e pude fazer a defesa e ajudar os companheiros. Esse empate dá um saborzinho de vitória para a gente – admitiu.

Com quatro pontos na Taça Guanabara e prestes a fazer o quarto jogo em cinco rodadas longe do Estádio Laranjão, o Nova Iguaçu terá mais um desafio pela frente: encarará o Flamengo, domingo, às 17h, no Engenhão, e a equipe rubro-negra vem embalada pela vitória no clássico contra o Vasco. Jefferson diz que a equipe iguaçuana precisa melhorar como um todo.

- O professor (Leonardo Condé) nos cobrou um pouco mais de atitude depois do jogo, precisamos somar pontos para atingir nossos objetivos e infelizmente não estamos conseguindo criar situações de gol. Mas a equipe defensivamente suportou bem a pressão e isso já o deixou bastante contente. Agora vamos trabalhar para fazer os gols e sair com a vitória na próxima partida – disse o goleiro.