sábado, 24 de novembro de 2012
Tamanho da fonte A+ A-

Futebol Profissional

NOVA IGUAÇU BICAMPEÃO!

Laranja da Baixada vence Bangu no Laranjão, conquista a Copa Rio e fatura a vaga na Série D do Brasileiro em 2013

O capitão Leonardo ergue o troféu de campeão da Copa Rio

BICAMPEÃO! BICAMPEÃO! O Nova Iguaçu derrotou o Bangu por 1 a 0 neste sábado, no Laranjão, e conquistou pela segunda vez a Copa Rio, repetindo a façanha de 2008. Flávio fez o gol da vitória, no segundo tempo, que coroou um trabalho sério realizado há mais de uma temporada. Com a vitória, o NIFC conquistou uma vaga na Série D do Brasileiro em 2013 e disputará, assim, uma competição nacional oficial pela primeira vez.

Com um elenco 80% formado por jogadores oriundos das divisões de base, o Nova Iguaçu passou por cima dos adversários e conseguiu classificações incontestáveis nas duas primeiras fases. Depois, deixou para trás o Resende nas semifinais e, sem sofrer gols na decisão, passou pelo Bangu e conquistou, assim, seu segundo título do ano – já havia levantado o Troféu Edilson Silva no primeiro semestre.

Debaixo de um forte calor, as duas equipes começaram o jogo se estudando e o Bangu teve um pouco mais de posse de bola no início. O Nova Iguaçu tentava sempre as jogadas pelas laterais, principalmente pelo lado direito. Numa delas, Leonidas cruzou e Gláuber chegou atrasado, perdendo uma boa chance.

O Bangu chegava com perigo sempre através de Eudes, seu camisa 10. A chance de maior perigo da equipe visitante foi dele, que recebeu lançamento e antes de chegar foi interceptado pelo goleiro Jefferson, que efetuou uma saída providencial do gol e abafou o perigo.

Depois dos 15 minutos iniciais, o Nova Iguaçu aos poucos foi tomando o controle da partida e passou a dominar o jogo. Com a bola nos pés, esperando o momento certo para chegar, tentava criar boas chances, principalmente com Belarmino. As duas melhores oportunidades foram em chutes de fora da área, com Luan e Tiago. Em ambas, Thiago Leal espalmou para escanteio.

Flávio com o troféu de campeão: foi ele o autor do gol do título no Laranjão

Na volta para o segundo tempo, a partida caiu um pouco no ritmo e o jogo foi paralisado por diversos momentos para atendimento médico. O Nova Iguaçu chegou com perigo e por pouco Gláuber não abriu o placar – o chute foi bloqueado após sobra da esquerda. O Bangu também teve boa oportunidade com Bruno Santos, mas a zaga conseguiu afastar.

A partida estava equilibrada, mas o Nova Iguaçu conseguiu sair na frente. Após boa jogada de Gláuber pela esquerda, Tiago rolou e Flávio dominou e escorou para as redes, fazendo explodir a torcida iguaçuana que compareceu em bom número ao Laranjão. Era o gol que bastava para o Nova Iguaçu conquistar o bicampeonato.

Flávio comemora o gol da vitória com os companheiros: NIFC bicampeão!

Depois do gol, o Nova Iguaçu manteve a posse de bola e por pouco não fez o segundo, em boas finalizações de Uallace e Ernani. Mas não havia tempo para mais nada. Foi só o árbitro apitar e sair para o abraço e para a festa! O Nova Iguaçu é bicampeão da Copa Rio e estará na Série D do Brasileiro em 2013!

FICHA TÉCNICA
NOVA IGUAÇU 1 X 0 BANGU

Local: Laranjão
Data-Hora: 24/11/2012 – 15h30
Árbitro: João Ennio Sobral (RJ)
Auxiliares: Daniel do Espírito Santo Parro (RJ) e Alexandre Eller (RJ)
Renda e público: R$ 5.000,00 / 750 pagantes / 972 presentes
Cartões amarelos: Tiago e Ernani (NOV); Wellington Júnior, Alex Lopes e André Barreto (BAN)
Cartões vermelhos: -
Gols: Flávio 30′/2ºT (1-0)

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Belarmino, Leonardo, Rodrigo Almeida e Uallace; Filipe, Luan (Robson 29′/2ºT), Leonidas (Rodrigo Oliveira 29′/2ºT), Tiago (Ernani 35′/2ºT) e Gláuber; Flávio – Técnico: Leonardo Condé.

BANGU: Thiago Leal; Celsinho, Raphael, Alex Lopes e Guilherme; Fábio Ney (Bruno Santos 13′/2ºT), André Barreto, Araruama e Wellington Júnior (Filipe Peixinho 32′/2ºT); Eudes e Sérgio Júnior – Técnico: Cleimar Rocha.

CAMPANHA NA COPA RIO






PRIMEIRA FASE
SEGUNDA FASE
SEMIFINAL
0×1 Bangu – Laranjão
0×1 Americano – Laranjão
2×0 Resende – Laranjão
2×0 Boavista – Eucyr Resende
0×1 Madureira – Conselheiro Galvão
3×1 Resende – Estádio do Trabalhador
0×0 América – Laranjão
3×0 Macaé – Laranjão

1×0 Friburguense – Eduardo Guinle
1×0 Olaria – Rua Bariri
FINAL
1×1 Bangu – Moça Bonita
3×1 Americano – Godofredo Cruz
0×0 Bangu – Rua Bariri
2×1 Boavista – Laranjão
0×4 Madureira – Laranjão
1×0 Bangu – Laranjão
1×0 América – Édson Passos
2×0 Macaé – Cláudio Moacyr

3×1 Friburguense – Laranjão
1×2 Olaria – Laranjão